Aranha Nave, 2013


Instalação com módulos têxteis (50 x 40 cm cada), são tessituras com reaproveitamento de fitas VHS, algodão e arame. Juntos criam o objeto têxtil Aranha Nave (400 x 400 cm aproximadamente). O objeto se conectava a 14 teares de pente liço, onde durante tempo expositivo coordenei oficina Banquete para as Mãos (março a junho). A produção dos alunos foram incorporados ao trabalho. A obra faz parte do acervo da instituição.

O Parque Tecido à Mão, no Pavilhão das Culturas Brasileiras
Parque do Ibirapuera, São Paulo, Brasil.









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita.